iPhone: hoje acaba o prazo da Apple

A Cisco estendeu até hoje (21 de fevereiro) o prazo para que a Apple chegue a um acordo de uso da marca “iPhone”, que é de propriedade da empresa desde 2000. A Cisco havia processado a Apple por infração da sua marca ainda em janeiro, mas tem interesse em acertar com a Apple não só o uso da marca de maneira legal e mas também trocar isso por uma “interoperabilidade”.

Só não se sabe ainda o que a Cisco quer dizer por “interoperabilidade”. De qualquer maneira, a Apple acenou com a possibilidade de permitir a “interoperabilidade”, seja lá o que isso for.

[Steve Jobs apresenta o iPhone]

iPhone pode gerar 50{2924376de9395e8cfc15acd815d9baaef6b6fe70f0a6744e7eb0f6aa07a10724} de margem para a Apple

Uma empresa de pesquisas chamada iSuppli publicou um trabalho onde calculou o quanto custaria para produzir um exemplar do iPhone e estimou que cada aparelho poderia gerar em torno de 50{2924376de9395e8cfc15acd815d9baaef6b6fe70f0a6744e7eb0f6aa07a10724} de margem bruta para a Apple.

O relatório preliminar apresentou as diversas partes do produto separadas, indicando os seus valores individuais, por exemplo: bateria por US$ 5,20, câmera 2 MP por US$ 11 e tela de toque por US$ 33,50. Juntos, os pedaços chegariam a um total de US$ 245,83 para o iPhone de 4 GB e US$ 280,83 para o de 8 GB. Isso não inclui o custo de mão-de-obra e promoção, é claro.

O iPhone não é de nada, diz CEO da Palm

Enquanto isso, o aparelho da Apple continua dando o que falar. O presidente da Palm, Ed Colligan, declarou em entrevista a um jornal suíço que o iPhone “parece um media player altamente desenvolvido que, por coincidência, inclui um telefone celular”. E continuou a alfinetada, dizendo que a Apple “não fez nada” ainda e que tem uma grande diferença entre fazer discursos e desenvolver algo de verdade.

Comentou que “não vai ser fácil criar um bom smartphone que funcione em todas as diferentes redes usadas em diferentes partes do mundo”. Completou que Nokia, Motorola e Samsung trabalharam nisto 25 anos e até hoje, tiveram sucesso apenas parcial.

E encerrou com uma última espetada, fazendo propaganda de seu produto: “o Treo da Palm já tem 90{2924376de9395e8cfc15acd815d9baaef6b6fe70f0a6744e7eb0f6aa07a10724} dos recursos do iPhone. E isso, a um custo muito mais baixo”.

Marco Andrei Kichalowsky

Editor-chefe do macnarama.com, é applemaníaco e trabalha com produtos Apple desde 1993. Foi presidente do Brasil Apple Clube durante 10 anos e colaborador da saudosa Macmania e sua herdeira MAC+ até o fim da revista em 2015.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *