Vista: Inovador em relação a si mesmo

O Windows Vista é realmente inovador. Inovador em relação a si mesmo. Mas nada de revolucionário. Como é tradicional, a Microsoft adicionou ao seu sistema operacional o que há de melhor no que já existe no mercado. Senão vejamos alguns exemplos:

_Windows Aero: transparências e gráficos melhorados já existem no Mac OS X há algum tempo. E sem devorar centenas de MB de VRAM.

_Busca de arquivos pessoais: Não é o que o Google Desktop já oferece? E também on-line? Obviamente, não vou nem falar do Spotlight.

_Reconhecimento de voz: Este é o mais incrível. Um recurso oferecido no Mac lá nos primeiros PowerMacintoshes. Que ano é isso? 1992? Coisa “nova”, sem dúvida.

_Backup & restore automático: Não sei exatamente como vai funcionar, mas me parece bastante parecido com o Time Machine, anunciado pela Apple para estreiar no Leopard.

_Windows Firewall e Windows Defender: O Defender é uma ferramenta anti-spyware bastante interessante. Já o Firewall não é nada novo, certo?

_Windows DVD Maker: Inspirado no iDVD, não? Deve ser tão fácil quanto o Movie Maker é.

_Internet Explorer 7: Traz o “novo recurso” de navegação por abas. O recurso é marca registrada do Firefox. Tem ainda o agregador RSS, que o Firefox também tem. (E o Safari também.)

_Windows Mail substitui o Outlook Express: Que coincidência! O programa de e-mail do Mac OS X se chama Apple… MAIL! Outra curiosidade: o Windows Mail permite a busca rápida das mensagens e tem filtro anti-spam. Inovador, sem dúvida.

_Windows Calendar substitui a agenda do Outlook, que era vendida separada: Alguém conhece o iCal?

_Suporte a escrita em tabletes gráficos e telas-de-toque: Instale um tablete gráfico no Mac OS 10.3 e veja o que acontece nas Preferências do Sistema.

Ah, sim: alguns recursos só estarão disponíveis nas versões avançadas do Vista. Muitas delas não estarão disponíveis na versão básica.

Claro que podemos encontrar algumas coisas divertidas, como por exemplo, a troca de aplicações através daquelas “telas suspensas”. É um recurso bonito, e talvez prático. Mas o que vemos no Vista é simplesmente o reflexo da característica principal da gigante de software: uma empresa seguidora.

Marco Andrei Kichalowsky

Editor-chefe do macnarama.com, é applemaníaco e trabalha com produtos Apple desde 1993. Foi presidente do Brasil Apple Clube durante 10 anos e colaborador da saudosa Macmania e sua herdeira MAC+ até o fim da revista em 2015.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *